domingo, 11 de setembro de 2011

LAVE O ROSTO!


LAVE O ROSTO!
(Edolesia Andreazza)

Eu sei criança...
Já houve pedras em teu caminho
Já rolaram lagrimas pelo teu rosto
E teu coração tão delicado
Já endureceu de desgosto

Mas não sucumbas a dor
Não deixe o ódio, a malicia, a tristeza
Arruinarem o melhor
Que você herdou do criador

Que os maus se enrolem em seus lençóis
E acordem abraçados com a sua dor

Você: Lave o rosto ...Abra as portas
E vá cantar com as crianças!

Muita gente la fora
Espera pelo presente que Deus te deu:
O AMOR!

Um comentário:

stephanie disse...

Adorei essa poesia!!! bjs